Personalidade ligação com temperamento

Dando continuidade a trilogia Temperamento – Personalidade – Caráter que estão englobados, ou seja, estão relacionados entre si, neste texto abordaremos o assunto sobre a Personalidade.

A palavra personalidade origina-se do grego Persona, um nome oferecido à máscara usada por atores em peças teatrais, para interpretar vários personagens. O conceito de personalidade é encontrado desde a civilização grega na teoria dos humores de Hipócrates, considerado o “pai da medicina”, esses humores eram conhecidos como: bílis negra que se refere ao temperamento melancólico, branca referente ao temperamento fleumático, vermelha referente ao temperamento sanguíneo e amarela referente ao temperamento colérico. Toda perturbação mental eram consideradas desequilíbrios entre esses humores que eram chamados de temperamentos. A partir da queda do Império romano a abordagem sobre o tema personalidade sofreu alteração para uma visão espiritual, onde a personalidade passou a ser analisada pelo caráter moral definido pelo vínculo do homem com Deus, porém a falta de resultados dos estudos das relações humanas desta relação nos processos do desequilíbrio da personalidade impediu fundamentar a mudança de conceito da personalidade e o campo passou a ser dominado pela psicologia e psicanálise a partir do século XX.

Assim, pode-se atualmente considerar a personalidade como um conjunto de características marcantes ou traços que compõem a individualidade pessoal de cada ser humano, envolvendo aspectos afetivos, fisiológicos, cognitivos e morfológicos resultando em um arquétipo comportamental estável para o desenvolvimento de uma capacitação para interação social e modo de pensar, sentir e agir. O resultado deste desenvolvimento dará ao indivíduo uma unidade de personalidade que o torna único e diferenciado.

Os modelos de personalidade abrangem dois aspectos importantes: Qualidade das Expressões Afetivas Positivas e Negativas e Reatividade Emocional aos Estímulos:

  • Afetividade Positiva e Negativa: A afetividade é responsável pela construção da ternura e carinho por algo ou alguém; sendo assim, desta vem as emoções que englobam pessoas, coisas, ideias, lugares, etc. Afetividade não passa pelo nível cognitivo, passa pelo nível da sensação.  Cada pessoa terá experiências afetivas diferentes das outras e as qualificarão como boas (aceitação) ou más (criando barreiras). Ou seja, a afetividade positiva e negativa serve para estabelecer limites e para construir uma identidade. Somente um cuidado, algumas pessoas classificam a afetividade sem ter vivenciado, realizando classificação errônea, trazendo confusão à mente.
  • Reatividade Emocional: é uma reação involuntária excessiva a um estímulo externo. Por exemplo, quando alguém é irritado, esta pessoa reage de forma absurda e/ou excessiva em suas ações; trata-se de algo da reação humana, o descontrole do domínio próprio. Na reatividade emocional existem dois caminhos de comunicação através da razão ou da emoção.
  • Razão é a capacidade do pensamento dedutivo, realizado por meio da argumentação. Surge a pergunta: Quem tem razão está certo?  O filósofo francês Pascal disse a seguinte frase: “O coração tem razões que a própria razão desconhece”. Sendo assim, a palavra “razão” passa e ter dois significados; a razão que vem do coração (emoção) e a razão que vem da consciência intelectual e moral.
  • Emoção é um conjunto de respostas químicas e neurais baseadas em fatos ou memórias surgem quando provocada por estímulos externos ou internos. Cada pessoa vivencia de forma diferente um acontecimento, o mesmo fato gera reações diferentes em um grupo de pessoas.

Caso a Reatividade emocional se propague entre os outros os envolvidos no assunto acontecerá a escalada de discussões, ofensas e acusações recíprocas, podendo ocasionar problemas severos.

Os traços de personalidade são a maneira de ser do indivíduo e a capacidade de sentir a emoção nos acontecimentos em sua vida. Caso estes traços sofram desequilíbrios podem levar a distúrbios, transtornos e doenças mentais.

Avaliação: 1 de 5.

2 comentários

  1. Tema de suma importância, visto que sempre estamos lidando com esses tipos de comportamento. Aprender sempre é bom… Deus o abençoe Reinaldo Dias.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s